Revista Brasileira Adolescência e Conflitualidade

Informamos que a Revista Brasileira Adolescência e Conflitualidade não dará mais continuidade a suas publicações. Autores interessados em submeter artigos da área podem encaminhar os artigos para a revista Revista de Ensino, Educação e Ciências Humanas e a Revista de Ciências Jurídicas que fazem parte desse mesmo Portal de Periódicos Científicos da Kroton.

ISSN: 2176-5626 

Qualis/Capes: B4: Educação; Interdisciplinar; Serviço Social. B5: Sociologia; Psicologia; Saúde Coletiva; Antropologia/Arqueológia.


A Revista Brasileira Adolescência e Conflitualidade nasce como parte da criação de um curso de Mestrado Profissional sobre Adolescentes em conflito com a lei na Universidade Bandeirante Brasil (UNIBAN). As motivações para criação deste periódico são os graves e constantes problemas presentes na rede de atenção ao adolescente em conflito com a lei, os quais vêm à tona ao grande público sob a forma de conflitos abertos: rebeliões, motins e outras situações que se configuram como graves violações de Direitos Humanos contra os adolescentes. Não menos importante é a discussão, bastante atual, em torno da problemática relação entre a adolescência e a criminalidade urbana, questão polêmica que suscita distintas propostas sem que se atinja um consenso e se produzam práticas eficazes. Neste cenário, cabe destacar o movimento de municipalização das medidas sócio-educativas em meio aberto o que, também, não tem sido feito sem problemas, entraves e resistências.

A idéia de criar uma revista acadêmica, em formato eletrônico, especializada em questões relacionadas à adolescência e seus múltiplos conflitos, surgiu a partir da constatação de que faltam periódicos especializados no Brasil, particularmente quando consideramos a temática da adolescência em conflito com a lei. Com o objetivo de ajudar a suprir esta lacuna o setor de pós-graduação da UNIBAN propõe a criação da Revista Brasileira Adolescência e Conflitualidade, um periódico que tem por objetivo publicar de forma regular a produção acadêmica nacional e internacional sobre situações que se configuram como conflitos socialmente percebidos em torno da adolescência. Este periódico se propõe ser um veículo de produção acadêmica, voltado, portanto, à publicação de artigos científicos com forte embasamento teórico e reconhecido rigor metodológico.


n. 17 (2018)

Sumário

Artigos

Fernanda Suélly Schuaisa Badotti, Renata Barth Almeida, Maria Regina Orofino Kreugera
PDF
2-8
Maria Fernanda Barboza Cid, Guilherme Aguliari da Silva
PDF
9-15
Henrique Abarca Schelini Carnevalli
PDF
16-22
Michelly do Rocio Dellecave, Camila Suellen Barboza, Paula Almeida Calderon
PDF
23-29
William Vinicius Pinto
PDF
30-33
Eliseu de Oliveira Cunha, Maria Virgínia Machado Dazzania
PDF
34-43
Selson Garutti, Rita de Cássia da Silva Oliveira
PDF
44-54
Adriana Gomes Aguiar
PDF
55-61
Luana Maris Borri, Lúcia Hilda Machado, Ana Letícia de Giuli, Carolina Oliveira Zerbinatti, Flavia Kroehnke, Juliana Corrêa, Maikon de Sousa Michels
PDF
62-70
Eliseu de Oliveira Cunha, Maria Virgínia Machado Dazzani
PDF
71-81
Antonio Augusto Pinto Junior, Samantha Machado da Silva
PDF
82-89
Pedro Paulo de Lima Andrade, Jorge Tarcísio da Rocha Falcão
PDF
90-94